Esta iniciação é aconselhável para todas as pessoas independemente de sua religião, pois nesta o iniciando é apresentado à Ifá e torna-se um Omo Ifá (um filho de Ifá).

    É em Isefá que Òrúnmìlà nos revelará o seu Odu temporal (o que está vivendo naquele momento), assim como seu nome de Ifá. Assim alinharemos e melhoraremos seu destino através dos ensinamentos e tabus contidos neste Odu. 

    Nesta iniciação, não se faz necessário raspar a cabeça. 

   Ao término da iniciação, você receberá seu assentamento de Ifá (Igba Ifá), assim como as devidas orientações de como manter, cuidar e cultuar em sua residência (sempre com o auxílio de um sacerdote).

     Esta iniciação destina-se à pessoas que querem aprofundar-se em Ifá, são futuros sacerdotes ou sacerdotisas. Há o comprometimento em se aprender a obra de Ifá, tendo a necessidade ritualística de se raspar a cabeça. O processo iniciático em Itefá passa por etapas específicas que não cabem neste pequeno texto introdutório, mas que poderão ser apresentadas pelo Oluwo. Contudo, de forma superficial, passa-se pelo IGBO ODU (Floresta do Odu), onde será revelado o Odu do futuro sacerdote, ou seja, lhe será apresentado qual caminho deverá seguir dentro da Egbe Ifá. Assim o iniciado passa de Omo Ifá, para Omo Awo, filho do segredo. Alí iniciasse a jornada sacerdotal.

     Nesta iniciação Òrúnmìlà Ifá lhe traz o seu Odu do Orun (Céu) para o Aiye (Terra), ou seja, recebes-se o seu Poema Espiritual. Poema este que o iniciado recitou no Orun antes de encarnar na Aiye. Sua missão nesta vida.

     Este Odu não é mais temporal como o de Isefá, este é seu Odu Encarnatório, não só desta vida mas de todas as que poderão vir.

 

    Receberá seu assentamento de Esú (Esú Ifá), e seu novo nome de Ifá que não mudará mais e será chamado e conhecido por ele na nossa sociedade religiosa.

Observação:

No Brasil a pessoa que faz Itefá tem o título de  Bàbáláwo (isto é uma verdade), mas assim como um médico que precisa se concluir uma faculdade e estágios, para estar apto na sua função. Da mesma forma é para um Bàbáláwo. E o Itefa é o inicio desta faculdade e dos estágios e poderá levar tempo e empenho por parte do Omo Awo, para assim se intitular Bàbáláwo.

Itefá só pode ser realizado por um Oluwo. Que tenha recebido (IGBA ODU) por algum ARABA.

 

Só um ARABA entrega (IGBA ODU). 

©2009 por Templo Ègbé Ifá Ire Gbogbo